Unidades

Casa de Saúde de Santa Filomena

 Coimbra

 +351 239 851 650

Laboratório D. Diniz

 Coimbra

 +351 239 835 936

Centro de Diagnóstico e Tratamento Integrado

 Coimbra

  +351 239 701 627

Diaton

 Coimbra

 +351 239 851 650

Clínica Radiológica Peito Cruz

 Coimbra

 +351 239 828 626

Centro de Radiologia da Figueira da Foz

 Figueira da Foz

 +351 233 422 593

Imalis

 Leiria

 +351 244 831 921

Centro Hospitalar de S. Francisco

 Leiria

 +351 244 819 300

Clínica da Lousã

 Lousã

 +351 239 073 910/1

Imagran

 Marinha Grande

 +351 244 569 084

Nefrovales

 São Martinho

 +351 239 813 318

Tendinite de Aquiles

02 Out Tendinite de Aquiles

Definição


A tendinite de Aquiles é um ferimento de excesso de utilização do tendão de Aquiles, a banda de tecido que liga os músculos do meio da perna, na parte traseira da parte inferior da perna até ao osso do calcanhar.
A tendinite de Aquiles ocorre com mais frequência em corredores que aumentaram repentinamente a intensidade ou duração das suas corridas. É também comum em pessoas de meia idade que praticam desportos como ténis ou basquetebol, apenas ao fim-de-semana.
A maioria dos casos de tendinite de Aquiles pode ser tratada de uma forma relativamente simples, com tratamento em casa e supervisão médica. As estratégias de cuidado próprio são normalmente necessárias para evitar episódios recorrentes. Os casos mais sérios de tendinite de Aquiles podem levar a rasgões do tendão (rupturas) que podem precisar de reparação cirúrgica.


Sintomas

A dor associada à tendinite de Aquiles começa normalmente com uma dor média na parte traseira da perna ou acima do calcanhar depois de correr ou de outras actividades desportivas. Os episódios de dor mais grave podem ocorrer após corrida prolongada, subir escadas ou escalada.
Também pode verificar uma sensibilidade ou rigidez, especialmente de manhã, que normalmente melhora com actividade ligeira.

Quando consultar um médico:
Se tiver dor persistente em redor do tendão de Aquiles, contacte o seu médico. Procure aconselhamento médico imediato se a dor ou incapacidade for grave. Pode ter um tendão de Aquiles rasgado (ruptura).



Causas


A tendinite de Aquiles é provocada por esforço repetido ou intenso do tendão de Aquiles, a banda de tecido que liga os músculos intermédios ao osso do calcanhar. Este tendão é utilizado quando anda, corre, salta ou levanta os pés.
A estrutura do tendão de Aquiles enfraquece com a idade, o que pode tornar mais susceptível de ferimentos – em especial em pessoas que podem praticar desporto apenas aos fins-de-semana ou que tenham aumentado repentinamente a intensidade dos seus programas de corrida.

Um número de factores podem aumentar o seu risco de tendinite de Aquiles, incluindo:

  • O seu sexo e idade. A tendinite de Aquiles ocorre com maior frequência em homens de meia idade.
  • Problemas físicos. Um arco naturalmente plano no seu pé pode colocar mais tensão no tendão de Aquiles. A obesidade e os músculos médios estreitos podem também aumentar a tensão no tendão.
  • Escolhas de treino. Correr com sapatos gastos pode aumentar o seu risco de tendinite de Aquiles. A dor no tendão ocorre com mais frequência em clima frio do que em clima quente e correr em terreno inclinado também pode provocar uma predisposição para ferimentos de Aquiles.
  • Condições médicas. As pessoas com diabetes ou pressão arterial alta apresentam maior risco de desenvolver tendinite de Aquiles.
  • Medicamentos. Determinados tipos de antibióticos, chamados fluoro quinolonas, têm estado associados a taxas superiores de tendinite de Aquiles.

A tendinite de Aquiles pode enfraquecer o tendão, tornando-o mais vulnerável a um rasgão (ruptura) – um ferimento doloroso que normalmente precisa de reparação cirúrgica.


Diagnóstico


Durante o exame físico, o seu médico irá premir cuidadosamente a área afectada para determinar a localização da dor, sensibilidade ou inchaço. O seu médico irá também avaliar a flexibilidade, alinhamento, alcance de movimentos e reflexos do seu pé e tornozelo.

Testes imagiológicos
O seu médico pode pedir um ou mais dos seguintes testes para avaliar a sua condição:

  • Raios-X. Enquanto os raios-x não conseguem visualizar os tecidos suaves como os tendões, podem ajudar a excluir outras condições que provocam sintomas semelhantes.
  • Ecografia Este aparelho utiliza ondas de som para visualizar os tecidos moles, como os tendões. A ecografia também pode produzir imagens em tempo real do tendão de Aquiles em movimento.
  • Imagem de ressonância magnética (MRI). Ao utilizar ondas de rádio e um íman bastante forte, as máquinas de MRI podem produzir imagens bastante detalhadas do tendão de Aquiles.

Tratamento


A tendinite normalmente responde bem às medidas de cuidado próprio. Porém, se os seus sinais e sintomas forem graves ou persistentes, o seu médico pode sugerir outras opções de tratamento.

Medicamentos
Se os medicamentos de venda livre para as dores – como ibuprofeno ou naproxeno – não forem suficientes, o seu médico pode receitar medicamentos mais fortes para reduzir a inflamação e aliviar a dor.

Fisioterapia
Um fisioterapeuta pode sugerir alguma das seguintes opções de tratamento:

  • Exercícios. Os terapeutas normalmente aconselham exercícios de alongamento e fortalecimento específicos para promover o saramento e fortalecimento do tendão de Aquiles e das estruturas suportantes.
  • Dispositivos de ortoterapia. Uma inserção no sapato ou cunha que eleve ligeiramente o seu calcanhar pode aliviar a tensão no tendão e facultar um amortecimento que diminui a quantidade de força exercida no seu tendão de Aquiles.

Cirurgia
Se vários meses de tratamentos mais conservadores não resolverem o problema ou se o tendão se rasgar, o seu médico pode sugerir a cirurgia para reparar o seu tendão de Aquiles.



Envie-nos o seu contacto, para podermos ajudar

Indique-nos  todas as informações possíveis para prestarmos o melhor atendimento, o mais personalizável possível.






×
INFORMAÇÃO

O Grupo SANFIL MEDICINA, ciente do compromisso com a população portuguesa em primeiro lugar, mas também do sentido de comple- mentaridade do Serviço Nacional de Saúde e ainda e sem menor im- portância, da responsabilidade social que lhe incumbe, vem informar a todos quantos possa interessar que tem constituído um grupo de intervenção, formado por profissionais de saúde do mais amplo espec- tro, liderado pelo Sr. Dr. Celso Cruzeiro – ex-director de unidade de queimados em instituição pública e representante de várias organiza- ções de assistência a queimados – ao dispor, nas instalações em Coim- bra, à Avenida Emídio Navarro (Casa de Saúde de Santa Filomena) e, nas instalações em Leiria, à Quinta do Cabeço (Centro Hospitalar de São Francisco), para prestar, de forma gratuita, assistência às vítimas dos incêndios que assolam o nosso país.

Na expectativa de podermos estar presentes e ajudar no tratamento das consequências desta enorme tragédia, estamos disponíveis para o/a receber a qualquer hora.

A Administração do Grupo SANFIL MEDICINA,

×