Unidades

Casa de Saúde de Santa Filomena

 Coimbra

 +351 239 851 650

Laboratório D. Diniz

 Coimbra

 +351 239 835 936

Centro de Diagnóstico e Tratamento Integrado

 Coimbra

  +351 239 701 627

Diaton

 Coimbra

 +351 239 851 650

Clínica Radiológica Peito Cruz

 Coimbra

 +351 239 828 626

Centro de Radiologia da Figueira da Foz

 Figueira da Foz

 +351 233 422 593

Imalis

 Leiria

 +351 244 831 921

Centro Hospitalar de S. Francisco

 Leiria

 +351 244 819 300

Clínica da Lousã

 Lousã

 +351 239 073 910/1

Imagran

 Marinha Grande

 +351 244 569 084

Nefrovales

 São Martinho

 +351 239 813 318

Periodontite

01 Out Periodontite

Definição


A periodontite (pair-e-o-don-TI-tis) é uma infecção grave da gengiva que destrói o tecido mole e o osso que suporta os seus dentes A periodontite pode provocar a perda de dentes ou pior, um risco acrescido de ataque cardíaco ou AVC e outros problemas de saúde graves.

A periodontite é comum mas largamente evitável. A periodontite é normalmente o resultado de uma má higiene oral. A escovagem e o uso do fio dental diariamente bem como limpezas dentárias profissionais pode ajudar muito a reduzir as suas probabilidades de desenvolver periodontite.


Sintomas

Os sinais e sintomas de periodontite podem incluir:

  • Gengivas inchadas
  • Gengivas ligeiramente vermelhas ou arroxeadas
  • As gengivas que são macias à palpação
  • As gengivas que se afastam dos seus dentes (recedem) tornando os seus dentes mais longos do que o normal
  • Novos espaços que se criam entre os seus dentes
  • Pus entre os dentes e as gengivas
  • Mau hálito
  • Mau sabor na sua boca
  • Perda de dentes
  • Uma alteração na forma como os seus dentes se encaixam quando você morde

Existem diferentes tipos, ou classes, de periodontite. A periodontite crónica é a classe mais comum, afectando a maioria dos adultos, apesar de as crianças também poderem ser igualmente afectadas. A periodontite agressiva começa normalmente na infância ou início da idade adulta e afecta apenas 1 ou 2 porcento da população.

Quando ir ao dentista
Gengivas saudáveis são firmes e de um rosa pálido. Se suas gengivas são de cor vermelho escuro, estão inchadas e sangram facilmente, ou mostram outros sinais ou sintomas de periodontite, consulte o seu dentista rapidamente. Quanto mais cedo procurar um dentista, maiores serão as suas hipóteses de reverter os danos da periodontite e prevenir outros problemas de saúde graves.



Causas


Pensa-se que a periodontite começa com a placa. Esta película pegajosa é composta principalmente por bactérias. A placa forma-se nos seus dentes quando os amidos e os açúcares nos alimentos interagem com as bactérias normalmente encontradas na sua boca. A escovagem dos seus dentes remove a placa. Mas a placa volta-se a formar rapidamente, normalmente, em 24 horas.

A placa que permanece nos seus dentes mais de dois ou três dias pode endurecer sob a linha das gengivas e tornar-se tártaro (calculus). O tártaro torna a placa mais difícil de remover e age como um reservatório para bactérias. Além disso, geralmente não pode se livrar de tártaro com a escovagem e uso do fio dental – precisa de uma limpeza dentária profissional para a remover.

Quanto mais tempo a placa e o tártaro ficarem nos seus dentes, maior o perigo do que podem fazer. Inicialmente, podem simplesmente irritar e inflamar a gengiva, a parte da sua gengiva em volta da base dos seus dentes. Isto é chamado de gengivite, a forma mais moderada da doença periodontal. Mas a inflamação constante causa, eventualmente, o aparecimento de bolsas entre as suas gengivas e dentes que são preenchidas com placa, tártaro e bactérias. Com o tempo, estas bolas tornam-se mais profundas e à uma maior acumulação de bactérias, eventualmente avançando sob o seu tecido gengival. Estas infecções profundas provocam a perda de tecido e osso. Se for destruído demasiado osso, poderá perder um ou mais dentes.


Diagnóstico


  • Normalmente, o diagnóstico da periodontite é simples. O diagnóstico baseia-se na sua descrição dos sintomas e um exame da sua boca. O seu dentista irá verificar a existência de formação de placa e tártaro e observar o sangramento fácil.

    Para verificar a saúde do seu tecido gengival, o seu dentista pode usar uma sonda metálica para avaliar a profundidade do sulco gengival, o sulco entre as suas gengivas e os seus dentes. A sonda é inserida entre os seus dentes, por debaixo da sua linha das gengivas, normalmente em vários locais na sua boca. As medições podem ajudar a determinar a gravidade da sua periodontite.


Tratamento


Existem várias formas de tratar a periodontite, dependendo da sua gravidade. O objectivo do tratamento da periodontite é limpar cuidadosamente as bolsas de bactérias e evitar maiores danos. O tratamento pode ser realizado por um periodontista, um dentista ou um higienista oral. O tratamento é mais bem-sucedido quando você adopta uma rotina diária de bons cuidados orais.

Tratamentos não-cirúrgicos
Se a sua periodontite não for avançada, o tratamento pode incluir procedimentos menos invasivos, incluindo:

  • Raspagem. A raspagem remove o tártaro e as bactérias da superfície dos seus dentes e por debaixo das suas gengivas. Pode ser realizada utilizando instrumentos ou um aparelho ultra-sónico.
  • Alisamento radicular. Alisamento radicular suaviza as superfícies radiculares, desencorajando a acumulação de mais de tártaro.
  • Antibióticos. O uso de antibióticos para tratar a periodontite permanece em debate aberto. O seu periodontista ou dentista pode recomendar o uso de antibióticos tópicos ou orais para ajudar a controlar a infecção bacteriana. Os antibióticos tópicos são geralmente o tratamento escolhido. Eles podem incluir antibióticos de bochecho ou a a inserção de tópicos e géis contendo antibióticos no espaço entre seus dentes e gengivas ou nas bolsas depois de limpeza profunda. Contudo, os antibióticos orais podem ser necessários para eliminar, completamente, as bactérias que provocam infecções.

Tratamentos cirúrgicos
Se possui uma periodontite avançada, o seu tecido gengival pode não responder aos tratamentos não cirúrgicos e a uma boa higiene oral. Nesse caso, o seu tratamento periodontal pode exigir uma cirurgia dentária como:

  • Cirurgia do retalho periodontal (cirurgia de redução de bolsa). Neste procedimento, o periodontista faz pequenas incisões na sua gengiva para que uma seção do tecido gengival possa ser levantada para trás, expondo as raízes para uma raspagem e alisamento mais eficaz. Porque a periodontite provoca frequentemente a perda óssea, o osso subjacente pode ser redesenhado antes de o tecido da gengiva ser suturado no lugar. O procedimento geralmente leva 1-3 horas e é realizado com anestesia local.
  • Enxertos de tecidos moles. Quando perde o tecido da gengiva devido à doença periodontal, a sua gengiva retrai-se fazendo com que os seus dentes pareçam mais longos do que o normal. Pode precisar de substituir o tecido danificado. Isso geralmente é feito através da remoção de uma pequena quantidade de tecido do céu da boca (palato) ou outra fonte doadora e fixá-la no local afetado. Este procedimento pode ajudar a reduzir ainda mais a recessão gengival, cobrir as raízes expostas e dar aos seus dentes uma aparência esteticamente mais agradável.
  • Enxerto ósseo. Este procedimento é realizado quando a periodontite destrói o osso que circunda a raiz do dente. O enxerto pode ser composto por pequenos fragmentos do seu próprio osso ou o osso pode ser sintético ou doado. O enxerto ósseo ajuda a prevenir a perda de dentes, segurando o dente no lugar. Também serve como plataforma para o crescimento do osso natural. O enxerto ósseo pode ser realizado durante uma técnica chamada de regeneração de tecidos guiada.
  • Regeneração de tecidos guiada. Isto permite o crescimento de osso que foi destruído por bactérias. Em uma abordagem, o dentista coloca uma peça especial de tecido biocompatível entre o osso existente e o seu dente. O material impede que tecido não desejado entre na área de cura, permitindo que o osso cresça.
  • Aplicação de derivados de matriz de esmalte. Outra técnica envolve a aplicação de um gel especializado numa raiz de dente doente. Este gel contém as mesmas proteínas encontradas no esmalte do dente em desenvolvimento e estimula o crescimento de osso e tecido saudável.


Envie-nos o seu contacto, para podermos ajudar

Indique-nos  todas as informações possíveis para prestarmos o melhor atendimento, o mais personalizável possível.






×
Comunicado

 

No âmbito do Plano de Prevenção e Controlo de Infeção por COVID-19, o Grupo Sanfil Medicina encontra-se a ajustar as atividades de saúde nas suas unidades.

 

Este plano tem como objetivos diminuir o risco de exposição de utentes e profissionais e define um conjunto de orientações de modo a que tal possa acontecer.

 

A COVID-19 é uma doença em fase de pandemia que urge combater com todos os recursos disponíveis, pelo que contamos com a colaboração de todos os utentes e profissionais.

 

Ler Comunicado
×