Unidades

Casa de Saúde de Santa Filomena

 Coimbra

 +351 239 851 650

Laboratório D. Diniz

 Coimbra

 +351 239 835 936

Centro de Diagnóstico e Tratamento Integrado

 Coimbra

  +351 239 701 627

Diaton

 Coimbra

 +351 239 851 650

Clínica Radiológica Peito Cruz

 Coimbra

 +351 239 828 626

Centro de Radiologia da Figueira da Foz

 Figueira da Foz

 +351 233 422 593

Imalis

 Leiria

 +351 244 831 921

Centro Hospitalar de S. Francisco

 Leiria

 +351 244 819 300

Clínica da Lousã

 Lousã

 +351 239 073 910/1

Imagran

 Marinha Grande

 +351 244 569 084

Nefrovales

 São Martinho

 +351 239 813 318

Entorse do tornozelo

02 Out Entorse do tornozelo

Definição


Uma entorse do tornozelo é uma lesão decorrente da rotação ou torção estranha do tornozelo. Isto poderá provocar a distensão ou rotura de faixas de tecido (ligamentos) que ajudam a manter os ossos do tornozelo unidos.

Os ligamentos ajudam a estabilizar as articulações, evitando a realização de movimentos excessivos. Uma entorse do tornozelo ocorre quando os ligamentos sofrem uma pressão superior à permitida pela amplitude normal do movimento. A maior parte das entorses do tornozelo envolve a lesão dos ligamentos na sua parte exterior.

O tratamento para uma entorse do tornozelo depende da gravidade da lesão. Embora talvez não precise de recorrer a outras medidas que não as tomadas por si ou a analgésicos não sujeitos a prescrição, poderá ser necessária uma avaliação médica para revelar a extensão da lesão e para lhe ser indicado qual o caminho correcto para a recuperação.


Sintomas

Sintomas de uma entorse do tornozelo:

  • Dor, especialmente quando apoia o peso no pé afectado;
  • Inchaço e, por vezes, hematomas;
  • Limitação da amplitude dos movimentos.

Algumas pessoas ouvem ou sentem um estalido no momento da lesão.

Quando consultar um médico
Consulte o médico quando sentir dor ou inchaço no tornozelo e suspeitar de uma entorse. Provavelmente bastarão medidas de cuidado aplicadas por si, porém, consulte o médico para saber se deverá proceder a um exame do tornozelo. No caso de os sintomas serem graves, é possível que tenha fracturado um osso do tornozelo ou da parte inferior da perna.



Causas


A entorse ocorre quando o tornozelo é forçado a executar um movimento fora da sua amplitude normal, provocando assim a distensão ou rotura de um ou mais ligamentos.

Exemplos de situações que poderão provocar uma entorse do tornozelo:

  • Uma queda que provoque a torção do tornozelo;
  • Cair de forma estranha sobre o pé depois de um salto ou rotação;
  • Caminhar ou fazer exercício sobre uma superfície irregular.

Diagnóstico


Durante o exame físico, o médico irá procurar pontos sensíveis. Irá rodar a articulação em várias posições para testar a amplitude de movimentos e verificar se alguma posição específica provoca dor.

No caso de a lesão ser grave, o médico poderá recomendar um ou mais exames imagiológicos para excluir a hipótese de fractura de osso ou para avaliar de forma mais precisa a lesão dos tecidos moles:

  • Raio-X. Durante um raio-X, uma pequena quantidade de radiação passa através do corpo para produzir imagens das suas estruturas internas. Este exame é ideal para avaliar os ossos, mas é menos eficaz na visualização de tecidos moles. Em raios-X comuns, poderão não ser visíveis pequenas rachas ou fracturas por tensão nos ossos, principalmente à primeira vista.
  • Tomografias aos ossos. Para a realização de uma tomografia aos ossos, um técnico irá injectar uma pequena quantidade de material radioactivo por via intravenosa. O material radioactivo é atraído para os ossos, especialmente para as partes danificadas. As áreas danificadas aparecem como pontos brilhantes na imagem produzida pelo scanner. As tomografias aos ossos são ideais para detectar fracturas por tensão.
  • Tomografia axial computorizada (TAC). As TAC são úteis porque podem revelar em maior pormenor os ossos da articulação. As TAC realizam raios-X de vários ângulos diferentes, combinando-os para produzir imagens transversais das estruturas internas do corpo.
  • Ressonância magnética (RM). A RM recorre a ondas rádio e forte campo magnético para produzir imagens pormenorizadas de estruturas internas. Esta tecnologia é excepcionalmente boa para a visualização de lesões nos tecidos moles.

Tratamento


O tratamento de uma entorse do tornozelo depende da gravidade da lesão. Muitas pessoas limitam-se a aplicar tratamentos caseiros.

Fármacos

Na maioria dos casos, os analgésicos não sujeitos a prescrição, tais como o ibuprofeno (Advil, Motrin, outros), naxopreno (Aleve, outros) ou acetaminofeno (Tylenol, outros) são suficientes para diminuir a dor provocada por uma entorse do tornozelo.

Fisioterapia

Alguns dias após a lesão e diminuição do inchaço, deverá consultar um fisioterapeuta e iniciar um programa de exercícios para recuperar a amplitude de movimentos, força, flexibilidade e equilíbrio do tornozelo.

O equilíbrio e a estabilidade são especialmente importantes para voltar a preparar os músculos do tornozelo a funcionarem em conjunto no suporte da articulação. Estes exercícios costumam incluir vários graus de desafio de equilíbrio, tais como apoiar-se sobre uma só perna.

Caso tenha feito a entorse durante a prática de exercício ou de um desporto, fale com o seu médico para saber quando poderá retomar a actividade. Poderá ter de imobilizar ou envolver o tornozelo para evitar nova lesão.

Cirurgia e outros procedimentos

No caso de instabilidade da articulação do tornozelo, o seu médico poderá encaminhá-lo para um ortopedista para avaliação. Poderá ser necessário engessar ou usar uma bota ortopédica para imobilizar a articulação e assim sarar adequadamente. Em casos raros de rotura grave dos ligamentos, ou caso seja um atleta de competição, poderá precisar de recorrer a cirurgia para reparar a lesão.



Envie-nos o seu contacto, para podermos ajudar

Indique-nos  todas as informações possíveis para prestarmos o melhor atendimento, o mais personalizável possível.






×