Unidades

Casa de Saúde de Santa Filomena

 Coimbra

 +351 239 851 650

Laboratório D. Diniz

 Coimbra

 +351 239 835 936

Centro de Diagnóstico e Tratamento Integrado

 Coimbra

  +351 239 701 627

Diaton

 Coimbra

 +351 239 851 650

Clínica Radiológica Peito Cruz

 Coimbra

 +351 239 828 626

Centro de Radiologia da Figueira da Foz

 Figueira da Foz

 +351 233 422 593

Imalis

 Leiria

 +351 244 831 921

Centro Hospitalar de S. Francisco

 Leiria

 +351 244 819 300

Clínica da Lousã

 Lousã

 +351 239 073 910/1

Imagran

 Marinha Grande

 +351 244 569 084

Nefrovales

 São Martinho

 +351 239 813 318

Cistite

02 Out Cistite

Definição


Cistite é o termo médico para inflamação da bexiga. Da maior parte das vezes, a inflamação é provocada por uma infecção bacteriológica e chama-se infecção do tracto urinário (ITU). Uma infecção da bexiga pode ser dolorosa e incómoda e pode tornar-se um grave problema de saúde se a infecção se espalhar para os rins.

Mais raramente, a cistite pode ocorrer como reacção a determinados medicamentos, radioterapia ou potenciais irritantes, como spray de higiene feminina, geles espermicidas ou utilização a longo prazo de um cateter. A cistite também pode ocorrer como complicação de outras doenças.

O tratamento normal para a cistite bacteriológica é antibióticos. O tratamento para outros tipos de cistite depende da causa subjacente.


Sintomas

Os sinais e sintomas de cistite incluem frequentemente:

  • Uma necessidade forte e persistente de urinar
  • Uma sensação de ardor quando urina
  • Passagem frequente de pequenas quantidades de urina
  • Sangue na urina (hematúria)
  • Passagem de urina turva ou de odor forte
  • Desconforto na área pélvica
  • Uma sensação de pressão no abdómen inferior
  • Febre baixa

Em crianças, os novos episódios de urinar durante o dia também podem ser um sinal de infecção do tracto urinário (ITU). Urinar durante a noite por si só não é provável de estar associado a ITU.

Quando consultar um médico
Consulte o seu médico imediatamente se tiver sinais e sintomas comuns a uma infecção de rins, incluindo:

  • Dor de costas ou de lado
  • Febre e calafrios
  • Náuseas e vómitos

Se desenvolver urinação urgente, frequente ou dolorosa que dure várias horas ou mais, ou se reparar em sangue na sua urina, consulte o seu médico. Se tiver sido diagnosticada com ITU no passado e se apresentar sintomas que copiam uma ITU anterior, consulte o seu médico.

Consulte também o seu médico se os sintomas de cistite retornarem depois de terminar uma sessão de antibióticos. Pode precisar de tomar um tipo de medicamento diferente.

Se a criança começar a ter acidentes de urina diurnos, consulte o seu pediatra.

Em homens de algum modo saudáveis, a cistite é rara e deve ser investigada pelo médico.



Causas


O seu sistema urinário inclui os rins, ureteres, bexiga e uretra. Todos esses aspectos têm uma função importante na remoção de resíduos do seu corpo. Os seus rins – um par de órgãos em forma de feijão, situados na parte de trás do seu abdómen superior – filtram os resíduos do seu sangue e regulam as concentrações de várias substâncias. Os tubos chamados ureteres, transportam a urina dos rins para a bexiga, onde fica armazenada até sair do seu corpo através da uretra.

Cistite bacteriológica
A ITU ocorre normalmente quando as bactérias no exterior do corpo entram no tracto urinário através da uretra e se começam a multiplicar. A maioria dos casos de cistite são provocados por um tipo de bactéria Escherichia coli (E.coli).

As infecções bacteriológicas da bexiga podem ocorrer em mulheres como resultado de relações sexuais. Mas mesmo raparigas e mulheres que não são sexualmente ativas estão sujeitas a infecções no tracto urinário inferior, devido à área genital feminina transportar frequentemente bactérias que provocam a cistite.

Principais tipos de infecções
Os dois principais tipos de infecções bacteriológicas da bexiga são:

  • Infecções da bexiga adquiridas na comunidade. Essas infecções ocorrem quando as pessoas que não estão numa instalação de cuidados médicos desenvolvem uma infecção na bexiga. As infecções na bexiga são mais comuns em mulheres que em homens.
  • Infecções da bexiga adquiridas em hospital. Essas infecções, também chamadas de infecções nosocomiais, ocorrem em pessoas numa instalação de cuidados médicos, como um hospital ou lar. A maioria das vezes, ocorre a pessoas que tenham colocado um cateter urinário através da uretra para a bexiga para recolher urina, uma prática comum antes de alguns procedimentos cirúrgicos, para alguns testes de diagnóstico ou como forma de drenagem da urina para idosos ou pessoas confinadas a uma cama.

Cistite não infecciosa

Apesar de as infecções bacteriológicas serem a causa mais comum de cistite, um número de factores não infecciosos pode também causar inflamação da bexiga. Alguns exemplos:

  • Cistite intersticial. A causa desta inflamação crónica da bexiga, também chamada de síndrome da bexiga dolorosa não é clara. A maioria dos casos são diagnosticados em mulheres. A condição pode ser difícil de diagnosticar e de tratar.
  • Cistite induzida por medicamentos. Determinados medicamentos, em especial os medicamentos da quimioterapia, ciclofosfamida e ifosfamida, podem provocar inflamação da bexiga, quando os componentes expelidos pelo medicamento saem do seu corpo.
  • Cistite de radiação. O tratamento de radiação da área pélvica pode provocar alterações inflamatórias nos tecidos da bexiga.
  • Cistite de corpo estranho. A utilização a longo prazo de um cateter pode predispô-la para infecções bacteriológicas e danos de tecidos, ambos os quais podem provocar inflamação.
  • Cistite química. Algumas pessoas podem ser hipersensíveis a químicos presentes em determinados produtos, como gel duche, sprays de higiene feminina ou geles espermicidas e podem desenvolver uma reacção de tipo alérgico na bexiga, causando a inflamação.
  • Cistite associada a outras condições. A cistite pode por vezes ocorrer como uma complicação de outros distúrbios, como cancros ginecológicos, distúrbios inflamatórios da pélvis, endometriose, doença de Crohn, diverticulite, lúpus ou tuberculose.

Diagnóstico


Se tiver sintomas de cistite, consulte o seu médico assim que possível. Além de discutirem os seus sinais e sintomas e o seu historial médico, o seu médico pode pedir estes testes:

  • Análise da urina. Se suspeitar que tem uma infecção na bexiga, o seu médico pode pedir uma amostra de urina para determinar se existem bactérias, sangue ou pus na sua urina.
  • Cistoscopia. Inspecção da sua bexiga com um cistoscópio – um tubo fino com uma luz e câmara fixas que pode ser inserido através da uretra na bexiga – pode ajudar no diagnóstico. O seu médico pode também utilizar o cistoscópio para remover uma pequena amostra de tecido (biopsia) para análise em laboratório. Este teste provavelmente não será necessário se for a primeira vez que demonstra sinais ou sintomas de cistite.
  • Testes imagiológicos. Os testes imagiológicos normalmente não são necessários, mas em alguns casos – especialmente quando não se encontra nenhuma prova de infecção – podem ser úteis. Por exemplo, um raio-x ou ecografia pode ajudar a excluir outras potenciais causas de inflamação da bexiga, como um tumor ou anomalia estrutural.

Tratamento


A cistite causada por infecção bacteriológica é geralmente tratada com antibióticos. O tratamento de cistite não infecciosa depende da causa subjacente.

Tratamento de cistite bacteriológica
Os antibióticos são a primeira linha de tratamento para a cistite provocada por bactérias. Que medicamentos são utilizados e a duração depende do seu estado de saúde geral e da bactéria encontrada na sua urina.

  • Infecção de primeira vez. Os sintomas frequentemente melhoram significativamente depois de um dia ou pouco mais de tratamento com antibiótico. Porém, provavelmente terá de tomar os antibióticos durante três dias a uma semana, dependendo da gravidade da sua infecção. Independentemente da duração do tratamento, tome todo o tempo do antibiótico prescrito pelo seu médico, para garantir que a infecção desaparece por completo.
  • Infecção de repetição. Se tiver ITU recorrentes, o seu médico pode recomendar um tratamento com antibiótico mais longo ou direccioná-la para um médico especializado em distúrbios do tracto urinário (urologista ou nefrologista) para uma avaliação, para ver se as anomalias urológicas podem estar a causar as infecções. Para algumas mulheres, tomar uma só dose de antibiótico após as relações sexuais pode ser útil.
  • Infecção adquirida em hospital. As infecções na bexiga adquiridas em hospital podem ser um desafio ao tratamento, pois as bactérias encontradas nos hospitais são muitas vezes resistentes aos tipos comuns de antibióticos utilizados para tratar as infecções na bexiga adquiridas na comunidade. Por esse motivo, podem ser necessários diferentes tipos de antibióticos e diferentes abordagens de tratamento.

As mulheres na menopausa pode estar particularmente susceptíveis a cistite. Como parte do tratamento, o seu médico pode recomendar um creme vaginal de estrogénio – se puder utilizar este medicamento sem aumentar o seu risco de outros problemas de saúde.

Tratar cistite intersticial
Com cistite intersticial, a causa da inflamação é incerta, portanto não há um só tratamento que funcione bem para cada caso. As terapias utilizadas para aliviar os sinais e sintomas de cistite intersticial incluem:

Medicamentos orais ou inseridos directamente na bexiga
Procedimentos que manipulam a sua bexiga para melhorar os sintomas, como fortalecimento da bexiga com água ou gás (distensão da bexiga) ou cirurgia.
Estimulação de nervos, que utiliza impulsos eléctricos ligeiros para aliviar a dor pélvica e, em alguns casos, reduzir a frequência urinária

Tratar outras formas de cistite não infecciosa
Se você for hipersensível a determinados químicos em produtos como gel duche ou espermicidas, evitar utilizar estes produtos pode ajudar a aliviar os sintomas e ajudar a evitar episódios posteriores de cistite.

O tratamento da cistite que se desenvolve como complicação da quimioterapia ou radioterapia centra-se na gestão da dor, normalmente com medicamentos e hidratação para lavar os irritantes da bexiga. A maioria dos casos de cistite induzida pela quimioterapia tendem a resolver-se após terminar a quimioterapia.



Envie-nos o seu contacto, para podermos ajudar

Indique-nos  todas as informações possíveis para prestarmos o melhor atendimento, o mais personalizável possível.






×