Unidades

Casa de Saúde de Santa Filomena

 Coimbra

 +351 239 851 650

Laboratório D. Diniz

 Coimbra

 +351 239 835 936

Centro de Diagnóstico e Tratamento Integrado

 Coimbra

  +351 239 701 627

Diaton

 Coimbra

 +351 239 851 650

Clínica Radiológica Peito Cruz

 Coimbra

 +351 239 828 626

Centro de Radiologia da Figueira da Foz

 Figueira da Foz

 +351 233 422 593

Imalis

 Leiria

 +351 244 831 921

Centro Hospitalar de S. Francisco

 Leiria

 +351 244 819 300

Clínica da Lousã

 Lousã

 +351 239 073 910/1

Imagran

 Marinha Grande

 +351 244 569 084

Nefrovales

 São Martinho

 +351 239 813 318

Celso Cruzeiro em missão na Guiné

29 Jan Celso Cruzeiro em missão na Guiné

Operados 47 doentes com filariose linfática na Guiné

O médico e antigo professor universitário de Coimbra, Norberto Canha viajou, na companhia de Celso Cruzeiro, no dia 11 deste mês, para a Guiné Bissau com um objetivo claro: o de operar cerca de 20 doentes com eleantíase ou filariose linfática. A missão foi cumprida e superada: foram operados 47 doentes, no âmbito da “Missão Catimbó”.

Celso Cruzeiro, cirurgião plástico da Sanfil Medicina, referiu que a viagem foi preparada durante mais de um ano por uma equipa liderada por Norberto Canha, Carlos Lobo, da organização não-governamental para o desenvolvimento (ONGD) Água Triangular, e Miguel Silva, da Associação Union Fraternelle Portugal (AUFP).

Além de tratar casos de doentes com filariose linfática, outro dos objetivos da missão foi o “transmitir conhecimentos do tratamento da doença, pelo que as intervenções contaram com a participação de médicos locais, de modo a instruí- los a curar a doença e as deformidades”.

Aumento de volume dos membros inferior

A filariose linfática (doença) e elefantíase (deformidades) são doenças endémicas que ocorrem nos países tropicais e sub-tropicais e que, de acordo com a OMS, atingem cerca de 100 milhões de pessoas nestas regiões por todo o mundo.

Trata-se de uma doença epidémica que é transmitida por um mosquito
e o seu agente é uma filária que obstrui os vasos linfáticos e provoca o aumento de volume dos membros inferiores (elefantíase).

A descoberta da cura da doença e do tratamento das deformidades terá sido feita por Norberto Canha, como cirurgião militar mobilizado entre 1961 e 1963, na Guiné.

As intervenções no âmbito da “Missão Catimbó”, decorreram no Hospital Simão Mendes, em Bissau, e contaram com o apoio da Fundação Lions de Coimbra e do Grupo Sanfil Medicina, no fornecimento de equipamento médico-cirurgico.



Envie-nos o seu contacto, para podermos ajudar

Indique-nos  todas as informações possíveis para prestarmos o melhor atendimento, o mais personalizável possível.






×