Unidades

Casa de Saúde de Santa Filomena

 Coimbra

 +351 239 851 650

Laboratório D. Diniz

 Coimbra

 +351 239 835 936

Centro de Diagnóstico e Tratamento Integrado

 Coimbra

  +351 239 701 627

Diaton

 Coimbra

 +351 239 851 650

Clínica Radiológica Peito Cruz

 Coimbra

 +351 239 828 626

Centro de Radiologia da Figueira da Foz

 Figueira da Foz

 +351 233 422 593

Imalis

 Leiria

 +351 244 831 921

Centro Hospitalar de S. Francisco

 Leiria

 +351 244 819 300

Clínica da Lousã

 Lousã

 +351 239 073 910/1

Imagran

 Marinha Grande

 +351 244 569 084

Nefrovales

 São Martinho

 +351 239 813 318

Cálculos biliares

02 Out Cálculos biliares

Definição


Os cálculos biliares são depósitos de líquidos digestivos endurecidos que se formam na vesícula biliar. A vesícula biliar é um pequeno órgão em forma de pêra que se localiza do lado direito do abdómen, imediatamente abaixo do fígado. A vesícula biliar armazena um líquido digestivo, chamada bílis, que é libertada no seu intestino delgado.

Os cálculos biliares podem ser tão pequenos como um grão de areia ou atingir o tamanho de uma bola de golfe. Algumas pessoas desenvolvem apenas um cálculo biliar enquanto outras podem desenvolver muitos cálculos biliares ao mesmo tempo.

Os cálculos biliares são comuns nos Estados Unidos. As pessoas que apresentam sintomas dos cálculos biliares geralmente necessitam de se submeter uma cirurgia de remoção da vesícula biliar. Os cálculos biliares que não provoquem quaisquer sinais e sintomas normalmente não precisam de tratamento.


Sintomas

Os cálculos biliares podem não provocar quaisquer sinais ou sintomas. No entanto se um cálculo biliar alojar-se num canal e provocar uma obstrução, poderão surgir sinais e sintomas, como:

  • dor repentina e de intensidade crescente na região superior direita do seu abdómen
  • dor repentina e de intensidade crescente no centro do seu abdómen, imediatamente abaixo do esterno
  • dor na região dorsal entre as omoplatas
  • dor no ombro direito

A dor provocada pelo cálculo biliar pode durar entre vários minutos e algumas horas.

Quando consultar um médico 
Marque uma consulta no seu médico se tiver quaisquer sinais ou sintomas que o preocupam.

Procure assistência imediatamente se desenvolver sinais e sintomas de uma complicação grave associada ao cálculo biliar, como:

  • dor abdominal tão intensa que não consegue estar parado nem encontrar uma posição confortável
  • amarelecimento da sua pele e da parte branca dos olhos
  • febre alta com arrepios


Causas


Não se sabe exactamente o que provoca a formação de cálculos biliares. Os médicos pensam que os cálculos bilares podem surgir quando:

  • A sua bílis contém demasiado colesterol. Normalmente, a sua bílis contém substâncias químicas suficientes para dissolver o colesterol excretado pelo seu fígado. No entanto se o seu fígado excretar mais colesterol do que aquele que a sua bílis consegue dissolver, o excesso de colesterol pode transformar-se em cristais e, eventualmente, em pedras.
  • A sua bílis contém demasiada bilirrubina. A bilirrubina é uma substância química que se forma a partir da degradação dos glóbulos vermelhos. Certas condições podem provocar uma produção excessiva de bilirrubina pelo fígado, incluindo cirrose hepática, infecções do tracto biliar e certos distúrbios sanguíneos. O excesso de bilirrubina contribui para a formação de cálculos biliares.
  • A sua vesícula biliar não esvazia correctamente. Se a sua vesícula biliar não esvazia completamente ou com frequência suficiente, a sua bílis pode tornar-se muito concentrada e isso contribui para a formação de cálculos biliares.

Tipos de cálculos biliares 
Os tipos de cálculos biliares que se podem formar na vesícula biliar incluem:

  • Cálculos biliares de colesterol. O tipo mais comum de cálculo biliar, designado por cálculo biliar de colesterol, apresenta frequentemente uma cor amarela. Estes cálculos biliares são constituídos principalmente por colesterol não dissolvido, mas podem conter outros componentes.
  • Cálculos biliares pigmentados. Estas pedras castanho-escuras ou pretas formam-se quando a sua bílis contém demasiada bilirrubina.

Diagnóstico


Exames e procedimentos utilizados para diagnosticar cálculos biliares incluem:

  • Exames para criar imagens da sua vesícula biliar. O seu médico pode recomendar uma ultra-sonografia abdominal e uma tomografia computadorizada (TC) para criar imagens da sua vesícula biliar. Essas imagens podem ser analisadas para se procurar sinais de cálculos biliares.
  • Exames para verificar a existência de cálculos biliares nas suas vias biliares. Um exame que utiliza um corante especial para realçar as suas vias biliares nas imagens pode ajudar o médico a determinar se um cálculo biliar está a provocar uma obstrução. Os exames podem incluir um “scan” de HIDA (ácido iminodiacético hepatobiliar), imagem de ressonância magnética (IRM) ou colangiopancreatografia retrógrada endoscópica (CPRE). Os cálculos biliares descobertos com uma CPRE podem ser removidos durante o procedimento.
  • Análises ao sangue para verificar problemas. As análises ao sangue podem revelar uma infecção, icterícia, pancreatite ou outras complicações causadas por cálculos biliares.

Tratamento


Cálculos biliares que não provocam sinais e sintomas
Os cálculos biliares que não provocam sinais e sintomas, como aqueles detectados durante um ultra-som ou tomografia computadorizada realizados para outra condição, geralmente não requerem tratamento.

  • O seu médico pode recomendar-lhe vigiar sintomas de complicações do cálculo biliar, como intensificação da dor na região superior direita do seu abdómen. Se o cálculo biliar provocar sinais e sintomas no futuro, pode tratá-lo. No entanto a maioria das pessoas com cálculos biliares que não têm sintomas, nunca necessitarão de tratamento.

Tratamento para cálculos biliares que provocam sinais e sintomas

As opções de tratamento para os cálculos biliares incluem:

  • Cirurgia para remoção da vesícula biliar (colecistectomia). O seu médico pode recomendar a cirurgia para remoção da sua vesícula biliar, se os seus cálculos biliares aparecerem com uma frequência recorrente. Depois da remoção da vesícula biliar, a bílis flui directamente do fígado para o intestino delgado, em vez de ficar armazenada na vesícula biliar. Não precisa da sua vesícula biliar para viver e a remoção da vesícula biliar não afecta sua capacidade de digerir alimentos, mas pode provocar diarréia, que é geralmente temporária.
  • Medicação para dissolver os cálculos renais. Medicamentos orais podem ajudar a dissolver cálculos renais. No entanto, pode demorar meses ou anos de tratamento para dissolver os cálculos biliares desta forma. Os medicamentos para cálculos biliares não são normalmente usados e são reservados para pessoas que não podem ser submetidas a cirurgia.


Envie-nos o seu contacto, para podermos ajudar

Indique-nos  todas as informações possíveis para prestarmos o melhor atendimento, o mais personalizável possível.






×
Comunicado

 

No âmbito do Plano de Prevenção e Controlo de Infeção por COVID-19, o Grupo Sanfil Medicina encontra-se a ajustar as atividades de saúde nas suas unidades.

 

Este plano tem como objetivos diminuir o risco de exposição de utentes e profissionais e define um conjunto de orientações de modo a que tal possa acontecer.

 

A COVID-19 é uma doença em fase de pandemia que urge combater com todos os recursos disponíveis, pelo que contamos com a colaboração de todos os utentes e profissionais.

 

Ler Comunicado
×