Unidades

Casa de Saúde de Santa Filomena

 Coimbra

 +351 239 851 650

Laboratório D. Diniz

 Coimbra

 +351 239 835 936

Centro de Diagnóstico e Tratamento Integrado

 Coimbra

  +351 239 701 627

Diaton

 Coimbra

 +351 239 851 650

Clínica Radiológica Peito Cruz

 Coimbra

 +351 239 828 626

Centro de Radiologia da Figueira da Foz

 Figueira da Foz

 +351 233 422 593

Imalis

 Leiria

 +351 244 831 921

Centro Hospitalar de S. Francisco

 Leiria

 +351 244 819 300

Clínica da Lousã

 Lousã

 +351 239 073 910/1

Imagran

 Marinha Grande

 +351 244 569 084

Nefrovales

 São Martinho

 +351 239 813 318

Acne

02 Out Acne

Definição


Acne é uma condição da pele que ocorre quando os seus folículos capilares ficam obstruídos com óleo e células de pele mortas. A acne aparece com maior frequência no rosco, pescoço, peito, costas e ombros. A acne pode ser dolorosa e irritantemente persistente. As lesões da acne saram lentamente, e quando umas parecem estar a desaparecer, outras parecem surgir do nada.
Dependendo da sua gravidade, a acne pode causar angústia emocional e levar a arranhar a pele. As boas notícias é que existem tratamentos efectivos – e quanto mais cedo começar o tratamento, menor o risco de ficar com danos físicos e emocionais.


Sintomas

A acne normalmente aparece no rosto, pescoço, peito, costas e ombros, que são as zonas da pele com maior número de glândulas de óleo funcionais. A acne pode tomar as seguintes formas.

Lesões não inflamatórias

  • Comedões (cabeças brancas e cabeças pretas) criam-se quando as aberturas do folículos capilares ficam obstruídos e bloqueados com segregações de óleo, células mortas e por vezes bactérias. Quando os comedões ficam abertos na superfície da pele, são chamados cabeças pretas, devido à aparência preta das pontas nos folículos capilares. Quando os comedões são fechados, chamam-se cabeças brancas – altos ligeiramente elevados, da cor da pele.

Lesões inflamatórias

  • Pápulas são pequenos altos elevados que assinalam inflamação ou infecção nos folículos capilares. As pápulas podem ser vermelhas e sensíveis.
  • Pústulas (borbulhas) são altos vermelhos e sensíveis, com pus branco na ponta.
  • Nódulos são altos grandes, sólidos e dolorosos por baixo da superfície da pele. Formam-se pela acumulação de segregações profundas nos folículos capilares.
  • Quistos são altos dolorosos, cheios de pus por baixo da superfície da pele. Estas infecções semelhantes a furúnculos podem provocar cicatrizes.

Quando consultar um médico
A acne normalmente não é uma condição médica grave. Porém pode pretender procurar tratamento médico de um dermatologista para borbulhas persistentes ou quistos inflamados para evitar cicatrizes ou outros danos à sua pele. Se a acne e as cicatrizes que surgirem estiverem a afectar os seus relacionamentos sociais ou auto-estima, também pode perguntar a um dermatologista se a sua acne pode ser controlada ou se as suas cicatrizes podem ser diminuídas.



Causas


Três factores contribuem para a formação de acne:

  • Produção excessiva de óleo (sebo)
  • A escamação irregular das células mortas da pele resultam na irritação dos folículos capilares da sua pele.
  • Acumulação de bactérias

A acne ocorre quando os folículos capilares ficam obstruídos com óleo e células de pele mortas. Os folículos capilares estão ligados às glândulas sebáceas. Essas glândulas segregam uma substância oleosa conhecida como sebo para lubrificar o seu cabelo e pele. O sebo normalmente escorre ao longo dos fios de cabelo para as aberturas nos folículos capilares, na superfície da sua pele. Quando o seu copro produz uma quantidade excessiva de sebo e de células de pele mortas, os dois podem acumular-se nos folículos capilares e formarem juntos uma cobertura suave, criando um ambiente onde as bactérias podem desenvolver-se.

Esta cobertura pode provocar uma parede de folículo para ficar protuberante e produzir uma cabeça branca. Ou a cobertura pode ficar aberta na superfície e escurecer, provocando uma cabeça preta. As borbulhas são pontos vermelhos elevados, com um centro branco que fica inflamado ou infectado. Os bloqueios e inflamação que se desenvolvem no interior dos folículos capilares produzem altos por baixo da superfície da sua pele, chamados de quistos. Outros poros na sua pele, que têm as aberturas das glândulas sudoríparas na pele, não estão normalmente envolvidas com a acne.
Factores que podem piorar a acne
Esses factores podem despoletar ou agravar um caso existente de acne:

  • Hormonas. Os andrógenos são hormonas que aumentam nos rapazes e nas raparigas durante a puberdade e fazem com que as glândulas sebáceas aumentem e provoquem mais sebo. As alterações hormonais relacionadas com a gravidez e os contraceptivos orais também podem afectar a produção de sebo.
  • Determinados medicamentos. Os medicamentos com corticosteróides, andrógenos ou lítio são conhecidos por causarem acne.
  • Dieta. Estudos indicam que determinados factores de dieta, incluindo produtos lácteos e alimentos ricos em hidratos de carbono – como pão, bagels e batatas fritas, que aumentam a tensão arterial – podem desencadear a acne.

Mitos da acne

Ao contrário do que algumas pessoas possam pensar, estes factores têm muito poucos efeitos na acne:

  • Alimentos gordurosos e chocolate está comprovado terem pouco ou nenhum efeito no desenvolvimento ou surgimento de acne.
  • Pele suja. A acne não é provocada pela sujidade. De facto, esfregar demasiado a pele ou limpar com sabonetes agressivos ou químicos irrita a pele e pode piorar a acne. Basta limpar a pele para remover o excesso de óleo e as células da pele mortas.

Diagnóstico



Tratamento


Os tratamentos para a acne funcionam ao reduzir a produção de óleo, acelerar a mudança das células da pele, lutar infecções bacteriológicas, reduzir a inflamação ou ao fazer todos os quatro. Com a maioria dos tratamentos receitados para a acne, pode não ver resultados nas primeiras quatro a oito semanas, e a sua pele pode piorar antes de melhorar.
O seu médico ou dermatologista pode recomendar-lhe um medicamento de receita para aplicar na pele (medicamento tópico) ou tomar oralmente (medicamento oral). Os medicamentos de receita orais para a acne não devem ser usados durante a gravidez, especialmente durante o primeiro trimestre.
Os tipos de tratamentos da acne incluem:

  • Tratamentos tópicos de venda livre. Loções para a acne que podem secar o óleo, matar as bactérias e promover a remoção das células da pele mortas. As loções de venda livre são geralmente suaves e contém peróxido de benzoíla, sulfúrico, resorcinol, ácido salicílico como ingrediente activo. Esses produtos podem ser úteis para acne bastante ligeira. Os medicamentos de venda livre para a acne podem provocar efeitos secundários iniciais – como irritação da pele, secura e descamação – que normalmente melhoram após o primeiro mês de terapia.
  • Tratamentos tópicos disponíveis sob receita. Se a sua acne não responder aos tratamentos com produtos de venda livre, pondere consultar um médico ou dermatologista para obter uma loção mais forte com receita. Tretinoin (Avita, Retin-A, outros), adapalene (Differin) e tazarotene (Tazorac, Avage) são exemplos de produtos tópicos com receita que derivam da vitamina A. Funcionam ao promover a substituição das células e evitar obstrução dos folículos capilares. Existem também vários antibióticos tópicos. Funcionam ao matar o excesso de bactérias na pele.
  • Muitas vezes, é necessária a combinação destes produtos para alcançar os melhores resultados. Estão disponíveis vários medicamentos de combinação de peróxido de benzoíla e antibiótico, incluindo diferentes combinações de dose de peróxido de benzoíla e clindamicina (Benzaclina, Duac, Acania) e peróxido de benzoíla e eritromicina (Benzamicina). O gel dapsone (Aczone) é um tratamento recente para a acne que é especialmente eficaz no tratamento da acne inflamatória. Os tratamentos tópicos de receita para a acne podem provocar efeitos secundários na pele, como picadas, ardor, vermelhidão ou descamação. O seu médico pode recomendar-lhe passos para minimizar estes efeitos secundários, incluindo a utilização de uma dose gradualmente maior, retirar o medicamento após uma breve aplicação ou trocar para outro medicamentos.
  • Antibióticos. Para acne moderada a grave, pode precisar de um breve período de antibióticos orais com receita para reduzir as bactérias e combater a inflamação. Uma vez que os antibióticos orais foram utilizados primeiramente para tratar a acne, a resistência a antibióticos tem aumentado significativamente em pessoas com acne. Por este motivo, o seu médico provavelmente irá recomendar-lhe parar com essa medicação assim que os seu sintomas começarem a melhorar, ou assim que ficar claro que os medicamentos não estão a ajudar – normalmente dentro de três a quatro meses. Na maioria dos casos, irá utilizar medicamentos tópicos e antibióticos orais em conjunto. Estudos demonstraram que utilizar peróxido de benzoíla tópico juntamente com antibióticos orais pode reduzir o risco de desenvolver resistência a antibióticos. Os antibióticos podem provocar efeitos secundários, como dores de estômago, tonturas ou descoloração da pele. Esses medicamentos também aumentam a sensibilidade da sua pele ao sol e podem reduzir a eficácia dos contraceptivos orais.
  • Isotretinoína. Para quistos profundos, os antibióticos podem não ser suficientes. A isotretinoína (Amnesteem, Claravis, Sotret) é um medicamento potente disponível para cicatrizar a acne quística ou acne que não responde a outros tratamentos. Este medicamento está reservado para as formas mais graves de acne. É muito eficaz, mas as pessoas que o tomam precisam de ser monitorizadas de perto por um dermatologias, devido à possibilidade de efeitos secundários graves. A isotretinoína está associada a graves defeitos de nascimento, portanto não pode ser tomada em segurança por grávidas ou mulheres que possam ter engravidado durante o decorrer do tratamento ou dentro de várias semanas depois de concluírem o tratamento. De facto, o medicamento apresenta tais efeitos secundários potenciais graves que as mulheres em idade reprodutiva devem participar num programa de monitorização aprovado pela Administração de Alimentos e Medicamentos (FDA) para receberem uma receita para o medicamento.
  • A isotretinoína causa frequentemente efeitos secundários – como olhos, boca, lábios, nariz e pele secas, assim como comichão, sangramento do nariz, dores musculares, sensibilidade ao sol e visão nocturna fraca. O medicamento também pode aumentar os níveis de triglicéridos e de colesterol no sangue e pode aumentar os níveis de enzimas no sangue.
  • Além disso, a isotretinoína pode estar associada com um risco aumentado de depressão e suicídio. Apesar deste relacionamento casual ainda não ter sido comprovado, os médicos permanecem em alerta em relação a estes sinais em pessoas que estão a tomar isotretinoína. No caso de se sentir invulgarmente triste ou incapaz de ligar bem com o facto de tomar o medicamento, diga imediatamente ao seu médico.
  • Contraceptivos orais. Os contraceptivos orais, incluindo uma combinação de nergestimato e estradiol etinil (Ortho Tri-Cyclen, Previfem, outros), podem melhorar a acne nas mulheres. Porém, os contraceptivos orais podem provocar outros efeitos secundários – como dores de cabeça, sensibilidade no peito, náuseas e depressão – que terá de discutir com o seu médico. A complicação potencial mais grave é um risco ligeiramente superior de doença cardíaca, tensão arterial alta e coágulos de sangue.
  • Terapia de laser e luz. A terapias à base de laser e luz alcançam as camadas mais profundas da pele sem danificar a superfície da pele. Pensa-se que o tratamento a laser danifica as glândulas de óleo (sebáceas), fazendo com que produzam menos óleo. A terapia da luz direcciona-se para as bactérias que provocam inflamação da acne. Essas terapias também podem melhorar a textura da pele e atenuar a aparência das cicatrizes. É necessária mais investigação para entender a utilização mais eficaz das terapias de laser e luz no tratamento de acne, e os peritos actualmente recomendam estas abordagens como terapia independente, apenas em pessoas que não conseguem tolerar os medicamentos aprovados para a acne. Essas terapias podem ser desconfortáveis e podem provocar problemas de pele temporários que se assemelham a uma queimadura solar grave.
  • Procedimentos cosméticos. Descamações químicas e micro dermabrasão podem ser úteis no controlo da acne. Estes procedimentos cosméticos – que têm sido tradicionalmente utilizados para atenuar a aparência de linhas finas, danos causados pelo sol e pequenas cicatrizes faciais – são mais eficazes quando utilizados em combinação com outros tratamentos para a acne. Podem provocar vermelhidão temporária grave, descamação e bolhas e descoloração a longo prazo da pele.

Tratamento de cicatrizes da acne
Os médicos poderão utilizar determinados procedimentos para diminuir as cicatrizes deixadas pela acne. Esses tratamentos incluem enchimentos, dermabrasão, terapia de luz intensa e refazer a superfície a laser.

  • Enchimento do tecido mole. Pode ser injectado colagénio ou gordura por baixo da pele e nas cicatrizes para encher ou estiver a pele, tornando as cicatrizes menos perceptíveis. Os resultados destes tratamento de cicatrizes da acne são temporários, portanto precisa de repetir as injecções periodicamente.
  • Descamações químicas. É aplicado ácido de elevada potência na sua pele para remover a camada superior e minimizar as cicatrizes mais profundas. Alguns descamadores mais fortes alcançam até mais fundo na pele.
  • Dermabrasão. Normalmente guardada para cicatrização mais grave, a dermabrasão envolve remover a camada superior da pele com uma escova de aço a rodar rapidamente. As cicatrizes à superfície podem ser completamente removidas e as cicatrizes de acne mais profundas podem parecer menos perceptíveis. A dermabrasão pode provocar alterações na pigmentação em pessoas com pele mais escura.
  • Micro dermabrasão. Este novo tratamento de cicatrizes de acne envolve um dispositivo portátil que sobra cristais para a pele. Esses cristais abrasam cuidadosamente ou “polem” a superfície da pele. Então, um tubo de aspiração remove os cristais e as células da pele. Devido a serem removidas apenas as células da superfície, a pele não é danificada. Porém, os resultados são subtis e as cicatrizes podem continuar a ser perceptíveis, mesmo após várias sessões.
  • Tratamentos a laser, fonte de luz e por frequência de rádio. No recapeamento laser, um feixe laser destrói a camada exterior da pele (epiderme) e aquece a pele por baixo (derme). À medida que a ferida sala, forma-se nova pele. Lasers menos intensos (lasers não ablativos), fontes de luz pulsada e dispositivos de frequência rádio não magoam a epiderme. Esses tratamentos aquecem a derme e provocam formação de nova pele. Após vários tratamentos, as cicatrizes de acne podem parecer menos perceptíveis. Isto significa períodos de recuperação mais curtos, mas o tratamento normalmente precisa de ser repetido com mais frequência e os resultados são subtis.
  • Cirurgia de pele. Um procedimento menor (excisão por punção) corta as cicatrizes individuais de acne. Pontos ou um excerto de pele reparem o buraco deixado no local da cicatriz.


Envie-nos o seu contacto, para podermos ajudar

Indique-nos  todas as informações possíveis para prestarmos o melhor atendimento, o mais personalizável possível.






×